O mendigo que vendia cadeiras

Fui almoçar no Aquários, um restaurante popular de Pelotas. Tem lá um bife com ovo que é uma iguaria única na cidade. Mas o local não é apenas conhecido pelo a la minuta. Há também este aspecto democrático: você vê mendigos entrando para usar o banheiro e também aposentados de alguma posse por lá.

Foi então que notei um mendigo sentado na mesa à minha frente. Ah sim, mendigo branco, para quem gosta de fiscalizar o grau de melanina na pele alheia (não curto isto). Estava lá, quieto, na dele, em uma mesa de duas cadeiras. De repente, um senhor mais bem vestido, com um belo chapéu, pegou a cadeira vazia que sobrava na mesa do mendigo. Antes de sair, virou-se e deu umas moedas para o mendigo.

Era um senhor negro.

Logo mais, um terceiro, que se dirigia ao banheiro, passou pelo mendigo e comentou:

“- Tu estás a vender cadeiras agora, velho”?

São momentos assim que fazem o almoço da gente único, não?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s