Górki, professor

Se Iákov fosse professor,
Ia lecionar da manhã até a noite:
Ai, que tristeza!
Ai, que tristeza!
Trabalhos copiados para corrigir;
Semana de provas com certeza.
Ai, que tristeza!
Ai, que tristeza!
Do fundo da sala um celular toca,
Só assim eles se agitam.
Ai, que tristeza!
Ai, que tristeza!
Um computador não se faz iniciar,
E outro aluno não leu o livro!
Ai, que tristeza!
Oh, como padeço!

[Reconheceu? Não? Veja os “tags”]

Anúncios