Conto de Natal: O abacaxi que faz xixi

320px-കൈതച്ചക്ക[1]A noite de Natal passou e, no dia 25, presentes foram abertos. Mais que resolver uma certa obrigação familiar, o ritual anual resolve parte da magia que todos gostaríamos de ver continuamente no núcleo familiar. Mas este núcleo familiar é apenas um pedaço da família, aquela que reúne tios, avós ou avôs. Esta, geralmente, reúne-se no almoço do dia 25.

A história do abacaxi que faz xixi se inicia neste almoço. É nesta data, 25 de dezembro, que um tio obcecado com a ideia de que deve trazer alegria a seus sobrinhos insiste em se vestir de Papai Noel e distribuir presentes. Reconhecido ou não pela criançada, ele não desiste. Afinal, diz o lema: o show não pode parar.

No mais recente episódio anual deste seriado, o tio novamente conseguiu arrancar um sorriso imenso de seu sobrinho que, retrospectivamente assistindo a um dos vídeos (obrigado, celulares, por suas câmeras!), entregando-lhe presentes e fazendo-lhe de ajudante para entregar presentes aos familiares.

Foi mais ou menos no meio desta alegria que alguém teve a ideia de tirar uma foto familiar…com o visitante Papai Noel. Ao invés de: “olha o passarinho”, “cheese” (dos japoneses), ou “xis”, o sobrinho diz: “olha o abacaxi”!

Não deu outra. Papai Noel complementou: “olha o abacaxi que faz xixi”, arrancando mais daquelas gargalhadas que só uma criança consegue arrancar daqueles pequenos pulmões…

Foto feita, Papai Noel aproveita o momento e se despede. Sobe as escadas e, após alguns minutos, um tio esbaforido chega reclamando do atraso no vôo. À mesa, seu pequeno sobrinho almoça e começam a conversar. Lá pelas tantas, gargalhadas se misturam com a nova frase: “abacaxi que faz xixiabacaxi que faz xixi, ha ha ha”.

O tio, então, pergunta: “você inventou isto”? E a resposta vem: “foi o Papai Noel”.

Satisfeito, o tio sorri e diz: “mas vejam só que Papai Noel mais engraçado”.

O disfarce foi perfeito, mas a personalidade do bom velhinho é muito parecida com a do tio, embora isso ainda não seja percebido pelo pequeno, ainda.

Que cada um de vocês encontre seu abacaxi que faz xixi em 2020!